Passo a passo do processo de importação

É muito comum ter dúvidas a respeito do processo de importação, afinal, são muitas regras, leis e normas que regulamentam essa prática.

Além disso, para que a importação o seja vantajosa, é preciso estar atento os detalhes do processo, a fim de evitar erros e problemas.

O fato é que a importação através do site banggood pode ser uma prática muito vantajosa e até se tornar uma fonte de renda extra ou principal para quem deseja trabalhar na área, que oferece um grande potencial.

Então, para saber um pouco mais sobre esse assunto, continue lendo e vamos conhecer os passos para o processo de importação. Veja:

  1. Pesquise produtos permitidos

Talvez você não saiba, mas alguns produtos não podem ser importados e outros possuem regras mais específicas, com necessidade de licenciamento e autorizações.

No site do SISCOMEX é possível conferir a lista completa do que pode ser trazido de fora para o nosso país.

  1. Conheça os fornecedores

Uma grande parte do seu sucesso na área de importação depende de contar com bons fornecedores. Para quem está começando, a dica é pedir indicações de quem já trabalha na área.

No entanto, é um processo que exige paciência, mas com o tempo é possível montar uma boa lista de fornecedores confiáveis.

  1. Obtenha a licença para importação

Para alguns tipos de produto é preciso conseguir uma LI (Licença de Importação), lembrando que ela está sujeita à aprovação pelos órgãos competentes.

Depois que esse registro for solicitado, você já pode solicitar o produto que deseja e proceder com o processo de importação do mesmo.

  1. Não esqueça o seguro

O processo de importação tende a ser seguro, mas como em qualquer compra, há sempre um risco envolvido.

Sendo assim, nada melhor do que contratar algum tipo de seguro para transporte internacional de mercadorias. Assim a sua compra estará protegida contra sinistros, perdas e avarias durante o trajeto.

  1. Processo aduaneiro

Quando a mercadoria chega ao Brasil, é preciso realizar os procedimentos para sua liberação junto à Receita Federal. Lá será feita a verificação da documentação e também o pagamento dos devidos tributos.

Vale lembrar que alguns impostos são nacionais, enquanto outros podem apresentar variações de acordo com cada estado.

O fato é que a importação é um processo que pode ser altamente lucrativo, desde que seja feito da forma correta.

Para saber mais sobre esse assunto, assista o vídeo abaixo: